Oi, eu sou o Alan! 


Tenho 31 anos e já são dez anos trabalhando com o que mais me motiva: sentimentos reais e vivências à flor da pele. E carrego comigo uma eterna paixão pela vida, pela simplicidade, por conversas em silêncio, por troca de olhares. Sou alguém que se entrega, que sente. Prezo pelo toque, por detalhes e lembranças. Esse, inclusive, é o caminho pelo qual a minha fotografia flui.


Fotografia, essa, que eu posso dizer que é de casamento e de coração. De coração porque deposito em cada pessoa a parte mais bonita que existe em mim. E como foi especial passar por tudo o que me tornou quem sou hoje! Porque posso te mostrar algo que vai do meu interior ao seu. Da minha essência à sua. E assim não trago apenas a história do Alan, neto do Seu Genésio, filho da Dona Joelma, como também passo a viver a sua. Deixo de ser um só e passo a ser todos. E isso tudo é sobre a gente, sobre o que iremos construir juntos, sobre o que deixaremos para a eternidade.


Com honestidade, autencicidade e muito afeto. Esse sou eu. Essa é a minha fotografia. E esse é o resultado de algo que vem de dentro, do peito. Vem do verão ensolarado e de pé na areia ao lado dos meus avós em meados dos anos 90, mas também do dia-a-dia junto daquela pessoa que faz seus dias se encherem de luz. Vem de mim e de vocês. E se torna tudo o que somos.


Com carinho,


Alan Vieira.