Imagem capa - Elopement na serra catarinense por Alan Vieira
Alan Vieira Casamentos

Elopement na serra catarinense

A Bruna é publicitária e está se formando em Nutrição, o Lucas é advogado e, na verdade, os dois se conheceram beeeeeem antes disso: no segundo ano do ensino médio, logo nas primeiras semanas de aula. Ela havia recém se mudado do Amapá e ele foi um dos seus primeiros amigos no novo colégio. De conversas sem fim a trabalhos em grupo, logo foi crescendo algo a mais entre os dois. 


Descobrindo esse sentimento juntos, as coisas foram rolando com calma e com tempo. “Na internet ele dizia que gostava de mim, mas nunca falava isso pessoalmente. Nosso primeiro beijo mesmo aconteceu só em maio, depois de quase dois meses esperando por esse momento”, conta ela. Para o Lucas, tudo aconteceu dessa forma devido ao medo de estragar a amizade que já era tão boa: “apesar de estarmos sempre juntos, a friendzone parecia inevitável. E esse medo bloqueava a vontade de tentar algo a mais. No fim, tudo deu certo. Nosso primeiro beijo só confirmou o que eu já sabia, era a mulher da minha vida”.



Bom, conhecer outra pessoa e deixá-la ser parte da sua vida pode ser também um grande desafio, afinal, mesmo com tanta afinidade e se dando tão bem, são duas pessoas distintas, com gostos, costumes e pensamentos diferentes. Para a Bruna o começo do namoro trouxe muito aprendizado: “o início do nosso relacionamento não foi fácil, éramos muito imaturos, eu era bem ciumenta, insegura e sem paciência. Aos poucos fomos aprendendo que para um relacionamento dar certo é preciso saber ceder às vezes, se doar, compartilhar. Nossa convivência me ensinou a ter calma, confiança e equilíbrio. O que antes era angústia, com amor se transformou em paz”, relembra ela, cheia de orgulho.



O AMOR ACONTECEU


“Não sei dizer ao certo qual foi o momento que percebi que ele era a minha pessoa. Porque eu passei algum tempo tentando me convencer que isso tinha um prazo de validade. Mas eu já não conseguia mais ouvir uma música romântica sem pensar nele, e quando não estávamos juntos, era tudo tão sem graça. Então quase desde o início já era amor. Porque nossa amizade nasceu primeiro, eu já o amava como amigo. E isso que nos manteve unidos e fortes até hoje. Todos os dias eu me dou conta que encontrei o amor da minha vida. Em cada momento que sinto que sou compreendida (como nenhuma outra pessoa poderia compreender); cada vez que ele levanta da cama cedo para fazer meu café ou por causa dos meus horários; sempre que ele vai ao mercado sozinho e traz alguma lembrancinha para mim (de comer ou de plantar); toda vez que ele acorda de madrugada, me enchendo de beijos e dizendo que me ama muito; nos finais de semana, no momento da faxina, quando ele faz tudo bonitinho sem eu nem precisar pedir.”







"É que eu preciso dizer que te amo..."



Com o desejo de morarem juntos, o casamento surgiu para oficializar de vez a relação. A ideia do Lucas e da Bruna era comemorar com seus amigos e familiares, mas de forma que pudessem também realizar algo mais íntimo, a sós, para trocarem seus votos e, enfim, se casarem. Para isso, o casamento aconteceu em dois momentos: um na serra catarinense, onde fizemos o elopement e toda a parte da cerimônia a dois e outro no Bistrô Felíssimo, onde o casal reuniu a família e amigos para jantarem e festejarem sua união.







UM PEDIDO DE CASAMENTO INCOMPREENDIDO


Os dois estavam comemorando seu nono aniversário de namoro e, como de costume, decidiram sair para jantar. Os meses que antecederam essa data foram de muitas conversas sobre noivado, dividirem uma casa e tudo mais. Até porque, depois de tanto tempo, o maior sonho de ambos era o de poder morarem juntos. E esse era o combinado: eles ficariam noivos e na sequência comprariam um apartamento. O Lucas até desconversou, falou que precisariam esperar um pouco mais por conta do dinheiro e tudo mais, o que deixou a Bruna bem desanimada. Mal sabia ela dos planos dele! E eles decidiram então jantar em Floripa. Após o jantar, que foi uma noite bem divertida, a Bruna foi ao banheiro e, quando voltou, o Lucas disse que queria pedir uma sobremesa. Ela, satisfeita com tudo que já haviam jantado, não queria, mas aceitou ver o cardápio para escolherem algo:


"Estava folheando o menu quando vi uma folha solta, toda escrita em inglês, com um texto que falava sobre pedras preciosas. Olhei para o Lucas e falei mais ou menos assim ‘olha, amor, uma folha solta no cardápio. E tá falando sobre a pedra que queremos usar no meu anel de noivado’. Nessa hora eu confesso que ele estava me olhando com uma cara de quem duvidada da minha inteligência! O  título do texto dizia “All of your Duchess of Hearts ring” e descrevia o anel, o tipo de ouro, as pedras... falei que não estava entendendo, fiquei nervosa. E então ele pegou uma caixinha no bolso e abriu. Estava bem escuro (só tinha luz da vela) e eu não vi que dentro da caixa tinha um anel. Parecia uma pedra preta, achei até que fosse outra coisa. Ele viu que eu ainda não tinha entendido e precisou falar que aquilo era um pedido de casamento. Sim, descrever o que estava acontecendo. E então levantou, se ajoelhou na minha frente e perguntou se eu queria casar com ele. Eu aceitei e ficamos rindo da minha cara o trajeto de volta inteiro."



"Sempre temos muitos  compromissos, mas tentamos evitar uma rotina. Tempo para cozinhar não  pode faltar. Nos divertimos basicamente com qualquer coisa. Gostamos de conhecer lugares novos, nem que seja uma rua desconhecida. Adoramos assistir seriados, programas culinários e cantar. Toda semana tem que ter: muitas idas ao mercado e um dia de faxina. Todo o resto é negociável."




"E até o tempo passa arrastado, só pra eu ficar do teu lado."



E essa troca de votos na frente de uma cachoeira? Que sonho!! O casamento a dois aconteceu de uma maneira leve e tranquila. Assim como o jantar para a família que amigos, que, mesmo organizado em menos de duas semanas, resultou em uma noite de pura comemoração. “Nossa maior dificuldade foi, sem dúvidas, montar a lista de convidados, evitamos até o último momento. Quando fomos encomendar o bolo ainda não sabíamos quantos convidados teríamos, pois é uma tarefa muito difícil, principalmente considerando que alguns amigos ficam fora da lista”, contam.





"Já acompanhávamos o trabalho do Alan nas redes sociais. Sempre curtimos o estilo das fotos. Pra falar a verdade, nem procuramos outro profissional, e ficamos felizes ao saber que, mesmo com o primeiro contato 1 semana antes, ele estava disponível para nos atender."



ENFIM CASADOS, É HORA DA FESTA!





A DICA DOS NOIVOS


Nem sempre os ditados populares estão certos. A pressa não é inimiga da perfeição. Mesmo organizando tudo em menos de 20 dias, nosso casamento foi maravilhoso e do jeito que sempre imaginamos. A prova de que tendo amor, ótimos fornecedores, tranquilidade e bom gosto, é possível planejar um casamento sem estresse e em pouco tempo. O grande significado de uma festa de casamento é celebrar o amor, então não faz sentido passar meses sofrendo e se angustiando com os preparativos. É um momento para curtir, então as coisas tem que fluir com leveza e calma.


É fundamental conhecer bem o trabalho de todos os fornecedores e ter certeza de cada escolha. Se envolver ao máximo com cada detalhe do dia é o que torna tudo especial e significativo. Por isso optamos por fazer os convites, as lembrancinhas, escolher todos os itens da decoração, discutir o cardápio e montar de acordo com nossas particularidades, e também não contratamos uma cerimonialista, pois não fazia nosso perfil.


Enfim, as coisas têm que ter a cara dos noivos, e deixar esses pequenos pormenores para alguém de fora decidir acaba perdendo a essência do casal.







Seja um casamento a dois, um jantar para amigos e familiares ou uma grande festa, o mais importante é que o seu casamento aconteça da maneira em que você e seu amor sempre sonharam. É sobre vocês e para vocês, sempre! Contar a história do Lucas e da Bruna aqui é relembrar que as coisas sempre dão certo quando nós acreditamos. E também é a prova de que com menos de 20 dias é possível organizar um casamento incrível e de tirar o fôlego. E a sua história, como é? Me escreva! O próximo post pode ser o seu!


FORNECEDORES


Vestido da noiva: Donalia Praia Brava

Maquiagem e cabelo: Heaven Salon

Terno do noivo: Loja Col Blanc

Fotografia: Alan Vieira

Decoração: Ramos e Flores

Recepção e comida: Bistrô Felíssimo

Bolo: 45 Bakery

Lembrancinhas: feitas pelos noivos

Buquê do casamento a dois: Baobá Flowershop